Blog

Formatos diferenciados e acabamentos especiais: experiência única

Formatos diferenciados e acabamentos especiais: experiência única

Imagine a seguinte situação: você acaba de receber a encomenda de um cliente para produzir materiais de divulgação para o lançamento de um produto que ele fará em uma conceituada feira de negócios.

Ok, depois de definir quais peças gráficas seu cliente fará – provavelmente folder, catálogo, cartões de visita, banner, entre outros –, uma das primeiras decisões que você irá tomar é com relação ao formato dessas peças. E essa decisão requer algumas reflexões. Vamos a elas?

1) Qual a finalidade da peça?

Divulgar, promover e vender são as funções mais comuns desempenhadas pelas peças gráficas. Divulgar um produto premium, que terá um lançamento solene, requer sofisticação e diferenciação. Vale a pena estudar um formato diferente para esse folder ou catálogo? Provavelmente sim. Caso contrário, ele será mais um amontoado de papéis distribuídos numa feira e descartado sem cerimônias pelo consumidor.

 

2) Vale a pena investir em formato especial?

Avalie: se você vai produzir um folder para divulgar a promoção da hamburgueria do bairro, será que vale a pena investir em um formato redondo, que lembra hambúrguer? Certamente isso irá chamar mais atenção das pessoas, mas não garante que irá aumentar as vendas de hambúrguer o suficiente para pagar o investimento na faca especial, necessária para fazer o corte redondo. Orce na gráfica e faça as contas.

 

3) E se o formato fizer parte da identidade da marca?

Aí a conversa é diferente. Imagine que a tal hamburgueria do exemplo acima está sendo inaugurada e deseja causar impacto e se diferenciar na vizinhança. Você pode, então, incorporar o formato especial à identidade visual da marca. Quer exemplos? Cartão de visitas, convite ou flyer para inauguração em formato redondo, cardápio com bordas arredondadas e por aí vai.

 

4) Qual a relação custo-benefício?

Os formatos geralmente recomendados pelas gráficas para imprimir folders, livros, catálogos ou cartões de visita são baseados em uma relação de melhor aproveitamento de papel, resultando em melhor custo-benefício para o cliente e redução da quantidade de lixo (aparas).  Na indústria gráfica os tamanhos de folha inteira mais utilizados são 66 x 96 cm, 64 x 88 cm ou 76 x 112 cm. Pode ser que o desejo de trabalhar com um formado diferenciado esbarre em um orçamento que inviabilize o projeto. Portanto, consulte sempre a sua gráfica antes de decidir-se por formatos diferenciados, pois simples ajustes de alguns milímetros, mesmo em formatos diferentes do padrão, podem tornar a sua criação viável.

Retornar Ver todas

Postagens Recentes

Como funciona o sistema de impressão offset

Como funciona o sistema de impressão offset

O processo é o mais indicado para médias e altas tiragens

Maior tiragem, maior economia

Maior tiragem, maior economia

Como maiores tiragens de impressão podem ser mais econômicas

Impressos “pra ontem”

Impressos “pra ontem”

Saiba por que a Margraf ganhou a fama de “devoradora de prazos”

Flyer, folder ou panfleto? Eis a diferença

Flyer, folder ou panfleto? Eis a diferença

Conheça as diferenças e os usos de cada material para fazer a escolha certa ...

Faça aqui o seu orçamento WhatsApp para orçamento